top of page
  • Foto do escritorHamasul News

O MELHOR DO TURISMO NA BAIXADA

O litoral de São Paulo vai muito além das belas praias. Aproveitando o final do ano e as férias chegando, separamos um pequeno guia com dicas de lugares que você pode conhecer em quatro cidades da Baixada Santista. Confira:


Fortaleza de Itaipu - Praia Grande

Crédito: Fortalezas.org

Construção de 1902, que marca o nascimento da cidade, ocupa uma área privilegiada em reserva de mata Atlântica, de onde é possível ver toda a entrada da Baía de Santos. Um museu a céu aberto logo na entrada expõe carros do exército e a artilharia que já foi usada na Fortaleza. O passeio é feito de carro e percorre quatro quilômetros da área militar. End.: Avenida Marechal Mallet, s/nº, Canto do Forte, Praia Grande. Horários: sábado, domingo, feriado, às 10h, às 14h e às 16h. Ingressos: R$ 5. Outras informações: (13) 3473-2511.


Ilha Porchat - São Vicente

Um mirante projetado por Oscar Niemeyer oferece uma bela vista da baía santista e de São Vicente a partir deste promontório. É uma boa opção para os que gostam de curtir à noite, pois em seus arredores funcionam choperias e baladas. End.: Início da Avenida Manoel da Nóbrega, São Vicente.


Teleférico de São Vicente

Crédito: TripAdvisor

Um dos passeios mais tradicionais da cidade, se inicia na praia do Itararé e leva os visitantes até o Morro da Asa Delta. O transporte chega a uma altura de 180 metros acima do nível do mar, proporcionando aos visitantes uma inesquecível paisagem e contato direto com a Mata Atlântica. End.: Av. Ayrton Senna da Silva 500, Praia de Itararé, São Vicente. Horários: todos os dias, das 10h às 18h. Ingressos: R$40 para adultos, crianças de até 6 anos acompanhadas por adulto não pagam ingresso. R$20 para crianças de 6 a 14 anos e estudantes. R$15 para pessoas a partir de 60 anos e portadores de necessidades especiais. Outras informações: (13) 3469-7755 ou www.telefericosaovicente.com.br


Museu do Café - Santos


Crédito: Gov. Estado de SP

Localizado no centro histórico, o museu funciona onde antigamente funcionou a bolsa Oficial do Café, onde ocorriam os pregões e era determinado o valor das sacas que seriam escoadas pelo porto. Hoje, o museu oferece ao visitante um passeio pela história de Santos e do próprio país. End.: Rua XV de Novembro, 95, Centro Histórico, Santos. Horários: de terça a sábado, das 9h às 17h. Domingo, das 10h às 17h. Abertura às segundas-feiras durante a temporada de verão. Ingressos: R$10,00. Estudantes, funcionários da rede pública do Estado de São Paulo e terceira idade pagam meia-entrada. Aos sábados, a entrada é gratuita. Outras informações: www.museudocafe.org.br


Museu Pelé - Santos

Conta a história do santista Edison Arantes do Nascimento, conhecido mundialmente com o Pelé, o rei do futebol. Ocupa dois edifícios no bairro do Valongo, um deles um casarão que estava em ruínas e foi recuperado para abrigar a instituição. Reúne mais de 2 mil itens, entre fotografias, camisas, chuteiras e outros objetos ligados à trajetória e vida do craque. End.:Largo Marquês de Monte Alegre nº 1,Valongo, Santos. Horários: de terça a domingo, das 10h à 17h. Ingressos:R$ 10,00. Gratuito para crianças de até 10 anos e estudantes dos ensinos Fundamental e Médio da rede pública (municipal, estadual e federal). Estudantes, pessoas com deficiência e acompanhante, professores da rede pública de ensino e pessoas com mais de 60 anos pagam meia. Aos domingos, R$ 5,00 para todos os visitantes. Outras informações:www.santos.sp.gov.br/?q=local/museu-pele


Plataforma de Pesca de Mongaguá

Crédito: TripAdvisor

Instalada na cidade em 1977, é a maior plataforma pesqueira em estrutura de concreto armado do mundo, avançando 400 metros mar adentro. Atrai amantes da pesca e também turistas e munícipes que desejam conhecer a bela vista marítima que proporciona. End.: Av. Governador Mário Covas Jr, 10.181, Balneário Plataforma, Mongaguá.Horários: todos os dias, funcionamento 24h por dia. Ingressos: R$5 por pescador; R$3 para crianças de 3 a 10 anos pagam; aposentados não pagam; moradores de Mongaguá também não pagam, desde que tenham credenciamento específico junto ao Departamento de Turismo da cidade.


Poço das Antas - Mongaguá

Crédito: Prefeitura de Mongaguá

O Parque Ecológico Humberto Salomone, conhecido como o Poço das Antas, é um dos parques ecológicos do litoral que preserva parte do bioma da Mata Atlântica. Conta com uma queda d’água que forma uma cachoeira e uma piscina de água natural, além de trilhas e grutas. End.: acesso pela Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, no trevo de acesso à cidade, Mongaguá. Horários: todos os dias, das 8h às 17h. Ingressos: R$4 para pedestre; R$20 para automóveis com até 5 pessoas; gratuito para pessoas acima de 60 anos e crianças até 7.


Feirinha de Artesanato do Centro - Mongaguá

Não dá para pensar em Mongaguá sem lembrar de sua famosa feirinha de artes. O local reúne quiosques onde é possível comprar produtos diversos, que vão de lembrancinhas da cidade à doces e salgados. Um ótimo passeio para as famílias.End.: Av. São Paulos/n, Centro, Mongaguá.Horários: todos os dias, das 0h às 17h. Ingressos: gratuito.

44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Conflitos em condomínios: conheça os mais comuns

A convivência condomínios está em evidência: seja em obras de ficção como “Os Outros” (Globoplay), que, apesar de abordar conflitos em uma sociedade polarizada, traz a ação para dentro do condomínio,

Comments


bottom of page