• Hamasul News

MOVIMENTE-SE: EXERCITE-SE PARA SUA SAÚDE


Crédito das foto: Pexels by Pixabay.

O nosso corpo não foi feito para ficar parado. Porém, muitas vezes por conta do dia-a-dia corrido, da falta de companhia e até da preguiça, a gente deixa de tirar um tempo para realizar exercícios físicos. Entretanto, ele é fundamental para a saúde, que deve ser encarada como prioridade. Nesta edição, conversamos com a profissional em Educação Física licenciada pelo CREF, Andrea Rosa Aloe. Também massoterapeuta e pós-graduada em metodologia e prescrição de atividades para a Terceira Idade, a profissional deu algumas dicas de como aliar o exercício físico ao seu dia-a-dia para melhorar a saúde.


“O primeiro passo é reservar um tempo para fazer algum exercício físico”, orienta Andrea. E é importante notar que existe uma diferença entre exercício e atividade física. “Atividade física é tudo o que você faz no dia-a-dia: varrer uma casa, jardinagem, ir no mercado. O exercício é aquele que é orientado pelo profissional de educação física”.


Fitness x Wellness

Segundo a profissional, hoje em dia se nota uma movimentação muito grande em torno do exercício físico motivado pelo estilo-de-vida fitness: relacionado a conseguir um corpo malhado e dentro dos padrões sociais. “As pessoas aderem mais ao exercício em época de final de ano, para o verão, ou já no verão para compensar os excessos do Natal e Ano Novo. Mas a aderência ao exercício físico para a saúde é muito pouca”, diz ela.


E é aí que entra o estilo-de-vida wellness, ou também chamado de bem-estar: o hábito do exercício físico ligado à saúde e aos benefícios sociais e psicológicos que ele traz. “Uma simples caminhada de no mínimo 40 minutos, cinco vezes por semana, já é o suficiente para deixar de ser uma pessoa sedentária. Mas o ideal é praticar cerca de uma hora”, orienta Andrea, ressaltando a importância de tornar o exercício um hábito. “No litoral, as pessoas ainda têm uma facilidade: a orla da praia. As pessoas são muito abençoadas, pois é muito mais fácil você aderir ao exercício físico num ambiente como este do que em um mais urbano, por exemplo. Não tem desculpa!”.


Exercícios na praia

Um motivo extra para adquirir o hábito do exercício é faze-lo na praia, ao ar livre, aproveitando a paisagem ao seu redor e a natureza. Você não precisa depender de uma academia. Separamos algumas dicas de exercício que você pode fazer na orla da praia ou próximo a ela:

· Caminhada ou corrida – basta um calçado confortável (ou até mesmo descalço na areia) e um frasco de água para se hidratar. Correr na areia fofa pode ser um exercício ainda maior do que numa superfície plana, devido à irregularidade – o que pode aumentar o rendimento em terrenos mais firmes. Você pode começar na areia molhada, para ir se adaptando aos poucos.

· Bicicleta nas ciclovias – um bom exercício também é a bicicleta, já que boa parte da orla paulistana hoje já está adaptada com ciclovias. Aproveitar a brisa marinha para se refrescar e a paisagem são motivadores a mais!

· Esportes de competição – o vôlei de praia e o futebol na areia são opções para quem prefere esportes coletivos. Muitas praias já possuem estruturas com traves ou redes, mas olha que nem isso é preciso: basta chinelos ou cadeiras de praia para delimitar os espaços e é só começar o exercício e se divertir.

· Exercícios funcionais acompanhados – uma ótima alternativa é buscar um orientador para exercícios focados. Na orla, o profissional de educação física pode propor exercícios com pesinhos e cones, por exemplo.

· Aproveite o prédio – muitas vezes, os prédios também acabam dispondo de academia ou piscina (onde pode ser realizada hidroginástica ou natação). Pode ser uma alternativa para aquele dia chuvoso, por exemplo.

 

DICA

Em Santos, durante o verão, a Prefeitura promove tendas de exercícios e atividades para diversas idades, das crianças à terceira idade. As atividades acontecem durante os dias. Durante as noites, os mesmos locais são ocupados com programações culturais e shows musicais. Confira a programação diurna:


POMPEIA

Praia da Pompeia, em frente ao Posto de Salvamento 2

Atividades Infantis.


GONZAGA

Praia do Gonzaga - próximo à Av. Ana Costa

Atividades para Terceira Idade


BOQUEIRÃO

Praia do Boqueirão, em frente à Rua Ângelo Guerra

Dança


EMBARÉ

Praia do Embaré, em frente à Rua Oswaldo Cochrane

Atividades Esportivas e Lazer


Antes de sair, confirme no site da Prefeitura a programação:

http://www.santos.sp.gov.br/?q=hotsite/verao-2019-tendas


FONTE: Prefeitura de Santos

 

Terceira Idade

Um grande público presente no litoral é o de idosos e aposentados. Buscando uma melhor qualidade de vida, muita gente troca os centros urbanos pelo litoral após se aposentar. “O que vemos, entretanto, é que quem se aposenta literalmente não faz mais nada. Se aposenta de tudo, inclusive da atividade física”, diz Andrea. Entretanto, na terceira idade é muito importante manter a atividade, pois exercitar-se ajuda a prevenir doenças já esperadas nesta fase da vida, como osteoporose e problemas de circulação e de coração, além de ajudar no equilíbrio e na agilidade.


Andrea, porém lembra que é importante passar por uma avaliação com um profissional da saúde, conhecida como anamnese. “Essa avaliação é recomendada para ser feita com todas as idades, mas em especial após os 40 anos, porque o corpo já começa a apresentar alguns sinais de desgaste natural. O ideal seria fazer o exercício desde cedo, para que quando você estiver mais velho, você possa manter a saúde, mas nunca é tarde para começar”.

 

Benefícios do Exercício

FÍSICOS:

- Melhoria de todos os sistemas do corpo: sistema endócrino (em doenças como diabetes), cardiovascular (fortalecimento do coração e da circulação), respiratório (fortalecimento dos pulmões e aumento da capacidade respiratória), muscular e articular (evitando possíveis dores ou doenças crônicas, pois o corpo estará alongado e mais bem preparado para os desafios cotidianos), além de emagrecimento e queima de gorduras.

PSICOLÓGICOS:

- Melhora da autoestima e da sensação de bem-estar, pois o exercício físico libera hormônios como endorfina (sensação de bem-estar, conforto e alegria e ação analgésica) e serotonina (sensação de prazer e regulação de humor). Dessa forma, contribui no combate de ansiedade e depressão.

SOCIAIS:

- Ajuda a pessoa a sair de casa e ver o mundo; e em atividades coletivas, como dança ou ginástica, possibilita a interação social, essencial para proteger o cérebro de doenças como o Mal de Alzheimer.

 

“A pessoa já se movimentando é uma boa, mas o ideal é sempre ter uma orientação”, finaliza Andrea. “Com ela, é possível fazer um exercício focado que pode trazer os reais benefícios para a saúde. E o exercício é investimento: as pessoas ficam mais alegres, mais felizes, com mais saúde. É só começar!”.

326 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Com a vacinação contra a covid acontecendo na maior parte do país, é tendência que as pessoas comecem a flexibilizar o seu isolamento e programem-se para passar férias no litoral. Segundo o Vacinômetr